Japão em março, a chegada da primavera

Com o fim do auge do inverno, a paisagem está pronta para um recomeço com a chegada da primavera no Japão. As flores de ameixa continuam a florescer nas regiões centrais e mais ao norte do país.

O festival Hinamatsuri, ou Dia das Meninas, é realizado em todo o país em 3 de março e as flores de cerejeira começam a florescer em Tóquio  e em outros locais mais quentes, anunciando o início propriamente dito da primavera.

Embora o clima em março seja significativamente mais quente e mais parecido com a primavera do que fevereiro, as temperaturas podem cair de repente. Pode-se ainda praticar esqui e snowboard na maioria dos resorts e os passeios sob o clima quente da primavera são uma opção popular para aproveitar alguns dos dias mais frios.

Saiba antes de visitar

  • As temperaturas variam bastante em março.
  • Ainda é possível praticar esportes de inverno, porém, esteja preparado para a primavera que se aproxima.
  • Março é a época favorita das excursões escolares. As principais regiões, como Quioto, Nara e Hiroshima costumam ficar bastante movimentadas.
  • A temporada das flores de cerejeira começa em regiões mais ao sul do Japão e em locais mais quentes, como Tóquio, no final de março.

Neve de primavera

A temporada de esportes de inverno ainda continua bastante ativa em algumas regiões de esqui do Japão. Os principais resorts, como o Niseko  e o Shiga Kogen funcionam até a primeira semana de maio, porém, com cada vez menos neve.

O esqui de primavera se beneficia de temperaturas mais quentes e suas pistas ficam relativamente vazias em comparação com o inverno. Em regiões de altitudes mais elevadas, às vezes, ocorrem quedas de neve repentinas, embora a probabilidade de chuva seja maior. Verifique a previsão do tempo em sua região para checar a viabilidade de esquiar no dia.

Curtindo a estação

Com temperaturas mais amenas e dias um pouco mais longos, março fica mais movimentado com o aumento dos passeios de duração de um dia e de um fim de semana. Entre os destinos mais procurados estão Quioto , Nara  e Hiroshima , além dos resorts de águas termais das regiões rurais. Gero Onsen  é um resort bem-conceituado, acessível a partir de Nagoya, com possibilidade de incluir um passeio a Takayama  e a Shirakawa-go.

O luxuoso desfile de Hinamatsuri

Tal e qual acontece com muitos feriados japoneses, a maioria das pessoas vivenciam o Hinamatsuri em um ambiente familiar, inacessível aos visitantes. No entanto, por volta de 3 de março, vários santuários e templos em todo o país celebram as comemorações de Hinamatsuri para o público em geral.

Com a falta de espaço e de tempo, é cada vez mais difícil que as famílias mantenham o ritual. Algumas ornamentações possuem até sete andares, o que necessita de amplo espaço na residência. Além disso, as bonecas não são nada acessíveis ao bolso. As mais simples, de apenas um andar, custam em média 100 mil ienes.

No evento Nagashibina em Shimogamo-jinja, Quioto, pago, você participa o antigo costume de colocar bonecos de palha à deriva no rio. Em outras partes de Quioto, as festividades do santuário Ichihime-jinja apresentam ao vivo jogos praticados na corte real do períod Heian (794-1185), interpretados por artistas em trajes típicos da época e nesta mesma época o Templo Hokyoji abre sua vasta coleção de bonecas para exibição pública de 1 a 3 de março.

Foto: JNTO

Fogo, luz, vitalidade

Luz e cor se destacam nas comemorações de março nas quais a iluminação noturna é um elemento comum dos festivais em Kansai. O distrito de Higashiyama em Quioto realiza o Festival de Hanatoro  (de 9 a 18 de março) no qual milhares de lanternas iluminam um percurso que vai de Shorenin até o Templo Kiyomizudera. Durante esse período, vários templos ao longo do percurso ficam abertos até mais tarde a fim de exibirem suas iluminações luxuosas aos visitantes.
 

O evento Omizutori  é sempre realizado no dia 12 de março em Nigatsudo, um segundo prédio do Templo de Todaiji  em Nara . Após meses de preparação, sacerdotes especialmente escolhidos para o evento realizam o ritual de tirar água de um poço sagrado enquanto outros agitam enormes tochas no terraço para afastar os maus espíritos. O evento completo marca o clímax do Festival Shunie de 1.250 anos (de 1 a 14 de março). 

Sumô de primavera

Se você estiver em Kansai, aproveite um generoso período de duas semanas para acompanhar o Grande Torneiro de Sumô de março  na Edion Arena em Osaka . Recomenda-se reservar os ingressos com antecedência, pois apenas uma pequena quantidade de ingressos é coloca à venda no dia da competição. 

Um sinal precoce da primavera

Menos famosas e numerosas do que as flores de cerejeira, as flores de ameixa também são adoradas no Japão e um símbolo do início da primavera. Geralmente, a temporada começa em fevereiro e dura até março, com datas variando de acordo com a região. A temporada das flores de ameixa no famoso Jardim Kairakuen  em Ibaraki  começa no final de fevereiro e termina em meados de março. A temporada no Parque Bairin na província de Gifu  se estende pelo mês de março e tem seu auge por volta do meio do mês.

Início da temporada de floração da cerejeira

As regiões mais quentes do Japão começam a dar as boas-vindas às flores de cerejeira no final de março e, geralmente, pode-se apreciá-las em Tóquio  até os últimos dez dias do mês. Outras cidades grandes, como Quioto , Osaka , Nagoya  e Fukuoka  seguem o mesmo calendário, variando de ano a ano. Enquanto a temporada de floração da cerejeira é curta em locais específicos ela se estende até abril e o início de maio em todo o país.

FONTE: JNTO Japão para Brasileiro.

Voltar para o blog
1 de 3